terça-feira, 8 de junho de 2010

ultimos dias

o final do Campeonato contrastou com os dias anteriores. Finalmente as nuvens desapareceram e a chuva parou.

Assim a 2ª manga foi definida com algum optimismo apesar do tecto baixo e de ainda haver muita humidade no ar.

66km, com partida em Bischling, start no paredão de rocha e inversão de sentido pelo vale de Radstaadt. Muito parecido com uma manga do pre-Europeu, onde o Cláudio jogou uma cartada que lhe valeu a vitória. tínhamos estudado o terreno e possivelmente iríamos tentar o mesmo.

O início foi feito com a espera na nuvem, e o arranque para o start com 2 grupos distintos a organizarem-se. No regresso acabou por se agrupar novamente um grande grupo com os piilotos que iam na frente, independentemente do trajecto inicial.

PG European Championship 2010 - Icepeak4 && reserve from Dmitry K on Vimeo.


A grande divisão seguinte aconteceu no ataque á crista que serviu de trampolim para atravessar o grande vale. O grupo que descaiu para barlavento acabou por demorar mais tempo e quem vinha a seguir optou pelo sotavento, que rendeu bastante mais.
Depois deste passo foi um saltitar de crista em crista consecutivamente, até o ataque à última tirada, cruzando novamento o vale na direcção oposta. O Cláudio ia no grupo que tomou a opção mais acertada e atacou a tal crista meio desviada da rota mas que lhe permitiu apanhar um verdadeiro canhão (o mesmo do ano passado)e juntamente com um grupo pequeno de pilotos chegar ao ponto de decisão crítico antes do atravessar do vale. Aqui, chegou com bastante altura mas hesitou e acabou por perder algum tempo antes do glide final. Um embrulhanço mesmo no fim ainda assustou mas a Icepeak4 "new style" recuperou a tempo.
Mais atrás na perseguição vinha o Nuno, que com a Mercury "arrastadeira" lá conseguia ir acompanhando os bólides. por duas vezes teve de ligar o survival mode para ultrapassar uns pontos mais críticos mas acabou por chegar razoavelmente bem.
O Nuno Gomes fechou o golo, chegando mais tarde e estratosférico, depois de várias aventuras pelos alegres sotaventos Austríacos enquanto que o PNunes e o Cris tiveram mais dificuldade em determinados pontos do percurso e acabaram por não terminar a manga.

Na classificação estava tudo renhido, com Donini na frente e Luc Armant ainda a não descolar.

Sem comentários:

Publicar um comentário